20090727

CAPÍTULO 27

O bom viajante não tem um plano fixo
E não está preocupado com a chegada.
Um bom artista deixa sua intuição levá-lo onde ela quiser.
Um bom cientista se libertou de conceitos
e mantem sua mente aberta para o que é.

Assim o mestre está disponível para todos
e não rejeita ninguém.
Ele está pronto para usar todas as situações
e não desperdiça nada.
A isso se chama corporificar a luz.

O que é um homem bom, senão o professor de um homem mau?
O que é um homem mau, senão o trabalho de um homem bom?
Se você não entende isso, ficará confuso,
mesmo sendo inteligente.
Esse é o maior segredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário